Para o topo

XII Circuito TUSP de Teatro apresenta peças ligadas ao gênero feminino

XII Circuito TUSP de Teatro apresenta peças ligadas ao gênero feminino
, em 16/05/2015, às 14:44 (atualizado em 21/05/2015, às 16:06)

Por Paulo Gallo
Fotos: Divulgação

Entre os dias 26 e 31 de maio, o Teatro da USP dará continuidade ao programa Circuito TUSP de Teatro, que mescla apresentações convencionais com exibições em espaços alternativos buscando a proximidade e a interação com o público. Nesta 12ª edição, as peças traçam um panorama de questões ligadas ao gênero feminino, cuja opressão resulta de uma construção histórica desigual que abarca aspectos sociais, raciais, sexuais e identitários.

Além das apresentações, será realizado o workshop "O ator como manipulador de energias — Investigando o feminino na cena", nos dias 30 e 31/05 (sábado e domingo), das 14h às 18h. O workshop será coordenado por Viviane Dias e Ismar Rachmann, da compania Estelar de Teatro.

O Circuito TUSP de Teatro é um programa de ação continuada para a difusão das artes cênicas nos campi da Universidade de São Paulo, em parceria com outros espaços públicos no interior do estado. Nesta edição, o evento será realizado nas cidades de Bauru, Piracicaba e São Carlos, além de Ribeirão Preto, sempre com apresentações gratuitas. Por aqui, as apresentações acontecerão no Teatro Santarosa e no Memorial da Classe Operária (UGT).

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3315-0560, ou no blog da TUSP.

Espetáculos

"Frida Kahlo: Calor e frio" (Estelar de Teatro)
26 de maio (terça), às 21h

No Teatro Santarosa (praça Rotary Club, 325 – City Ribeirão)
*Retirar ingresso com 1 hora de antecedência.

A história de Frida Kahlo recriada a partir de suas obras. Através de uma montagem que dialoga com as artes performativas — a música, a dança, a poesia, as artes visuais e a festa —, a peça evoca o universo da pintora Frida Kahlo, onde a arte e o papel da artista também são temas fundamentais da obra. O espetáculo se relaciona com um momento muito potente para a América Latina: o início do século XX, em que o México recebe a visita de artistas (como Eisenstein, Artaud, Maiakóvski e Tina Modotti) e políticos (como Trótski), e o continente começa a mandar suas influências ao velho mundo.  Amor, liberdade, humor e potência de vida, bem como a natureza visionária do casal Diego e Frida, sonhando uma América poderosa, inspirada pela arte pré-colombiana e em apaixonado devir, são outros temas do espetáculo. (Duração: 80 minutos | Classificação: 16 anos)

Texto: Viviane Dias | Direção: Ismar Rachmann | Direção musical: Mauricio Maas | Atores: Anderson Negreiro, Ismar Rachmann, Viviane Dias, Sandra Lessa Músicos Gabriel Moreira, Rodrigo Kohle, Tulio Crepaldi, Alan Gonçalves | Iluminação: Carol Pinzan.

"CARNE" (Kiwi Cia. de Teatro)
27 de maio (quarta), às 20h

Na UGT – Memorial da Clásse Operária (rua José Bonifácio, 59 – Centro)
*Retirar ingresso com 1 hora de antecedência.

O projeto artístico CARNE discute as relações de gênero, destacando a violência contra as mulheres no Brasil. A peça, inspirada no teatro documentário, é composta de 20 quadros interligados. A montagem inclui ações dramáticas e narrativas em formato de cenas curtas, referências a textos de análise e estatísticas, projeção de imagens, composições originais, citações do cancioneiro tradicional e da MPB. O projeto prevê a realização de debates após as apresentações. (Duração: 85 minutos | Classificação: 14 anos)

Direção geral: Fernando Kinas | Roteiro: Fernanda Azevedo e Fernando Kinas | Elenco: Fernanda Azevedo e Maria Dressler | Direção musical: Eduardo Contrera | Execução musical: Luciana Fernandes | Direção de produção e assistência de direção: Luiz Nunes | Assistência de produção: Daniela Embón | Tratamento de imagem: Gavin Adams | Iluminação e operação de luz: Clébio Souza (Dedê) | Operação de vídeo: Filipe Vidal | Concepção de espaço: Fernando Kinas | Figurino: Fernanda Azevedo | Programação Visual: Paulo Emílio Buarque de Holanda.

{ENTRE} (Coletivo Negro)
28 de maio (quinta), às 20h

Na UGT – Memorial da Clásse Operária (rua José Bonifácio, 59 – Centro)
*Retirar ingresso com 1 hora de antecedência.


(Foto: André Murrer / Divulgação)

Em um conjunto habitacional, vivem quatro vidas de parede-meia: uma mulher grávida e abandonada; um pai que deseja retornar ao seio familiar; um filho que busca encontrar seu caminho e identidade; e um médico que retorna ao local de nascimento e se reencontra com seu passado. No entrelaçamento dessas quatro vidas aparentemente comuns, revela-se, mesmo diante das adversidades, um sentido de preservação e celebração em suas histórias. A ambientação de {ENTRE} apresenta um espaço precário, espacialmente e em serviços básicos. Saúde, educação, cultura, e transporte deixam os personagens à margem, na periferia. (Duração: 90 minutos | Classificação: 14 anos)

Atores-criadores: Flávio Rodrigues, Jé Oliveira, Jefferson Matias e Thaís Dias | Direção: Raphael Garcia | Assistência de direção: Aysha Nascimento | Dramaturgia: Jé Oliveira | Provocação dramatúrgica: Grace Passô | Música ao vivo: Cássio Martins e Fernando Alabê | Direção musical: Fernando Alabê | Assistente de direção musical e musicalização: Gabriel Longhitano | Música original: Cássio Martins, Fernando Alabê, Flávio Rodrigues, Jé Oliveira, Raphael Garcia e Thaís Dias | Preparação de canto: Bel Borges | Preparação de um corpo afro-diásporico: Luciane Ramos Silva | Provocação de movimentos cênicos: Verônica Santos | Cenário e iluminação: Júlio Dojcsar (casadalapa) | Figurino: Silvana Marcondes (casadalapa) | Áudiovisual: Zeca Caldeira (casadalapa) | Artistas gráficos: Fernando Sato e Murilo ThaveiraProdução geral: Coletivo Negro | Produção administrativa: Iarlei rangel | Assistência de produção geral e administrativa: Ana Flávia Rodrigues.

"Monga" (In Bocca al Lupo Criações)
29 de maio (sexta), às 20h

Na UGT – Memorial da Clásse Operária (rua José Bonifácio, 59 – Centro)
*Retirar ingresso com 1 hora de antecedência.


(Foto: Jonatas Marques / Divulgação)

Uma linda e sensual mulher que se transforma em macaco-monstro diante dos olhos da amedrontada plateia. O famoso número de parques de diversão foi a inspiração para o espetáculo solo da atriz Maria Carolina Dressler. A peça conta a trajetória de uma mulher que sofre por isolamento e exploração de sua imagem primata. (Duração: 40 minutos | Classificação: 12 anos)

Dramaturgia: Juliana Sanches e Maria Carolina Dressler | Supervisão de dramaturgia: Pietro Floridia | Direção: Juliana Sanches | Concepção e atuação: Maria Carolina Dressler | Participação especial em vídeo/locução: André Orbacan e Flavio Faustinoni | Traduções: Daniela Scarpari e Aliança Cultural Italiana | Trilha sonora: Daniel Maia | Cenário: Paula de Paoli | Figurino: Luciano Ferrari | Produção audiovisual: Corja Filmes (Andrea Iseki, Aline Gaia e Edson Costa) e Jonatas Marques | Iluminação: Andrea Iseki | Operação de luz: Aline Gaia | Operação de som e vídeo: Gabi Costa e Jonatas Marques | Designer gráfico: Jonatas Marques | Fotos: Adriana Balsanelli, Andrea Iseki e Jonatas Marques | Produção: Maria Carolina Dressler e Adriana Balsanelli | Realização: In Bocca al Lupo Criações.

Workshop

"O ator como manipulador de energias — Investigando o feminino na cena"
Com Viviane Dias e Ismar Rachmann (Estelar de Teatro)

O trabalho do diretor e pedagogo contemporâneo Jurij Alschitz defende a energia como recurso extra à disposição do ator, capaz de instrumentalizá-lo num diálogo com uma certa cena contemporânea, caracterizada por linguagens que se misturam, intertextualidade e trânsito entre a  realidade e a ficção. Assim, serão realizadas práticas de treinamento diversificadas: meditações ativas; performatividade; energia — análise do tema e práticas de uso pelo participante —; o ator-autor e o ator-diretor; criação a partir do cruzamento com as artes visuais, a dança e a música; composição — estudos e práticas e o texto no teatro em tensão com a dramaturgia cênica.

Inscrições: até 28 de maio (quinta), pelo e-mail tuspribeirao@gmail.com com o assunto "Inscrição workshop Circuito 2015". O corpo do e-mail deverá conter nome completo, data de nascimento, telefone e pequena carta de interesse. As inscrições são gratuitas. (Workshop voltado para maiores de 18 anos)

Local: Seção de Atividades Culturais Endereço (rua Pedreira de Freitas, casa 3). O campus da USP Ribeirão Preto fica na av. Bandeirantes, 3.900, no bairro Monte Alegre.

Compartilhe:

PRÓXIMO POST »
Paulo Gustavo apresenta espetáculo Hiperativo em Ribeirão Preto
« POST ANTERIOR
Anne Carrere interpreta Edith Piaf no palco do Pedro II

Você poderá gostar também!

 

Mel Lisboa interpreta Rita Lee em musical no Pedro II

11.08.2015 - 12:11

Espetáculo terá apresentação única em setembro. Obra é adaptação de livro de Henrique Bartsch.

Ribeirão recebe mostra de teatro de animação neste mês

12.07.2016 - 17:51

Espetáculos, intervenções, oficina e workshop estão na programação

Igrejas de Ribeirão serão palco de concertos de Natal

16.12.2014 - 00:21

Projeto da Cia. Minaz quer popularizar a música sacra e terá a participação especial do contratenor curitibano Paulo Mestre

 

VOLTAR

 

Comente aqui:
Instagram
Instagram

Varal Diverso © 2011–2017. Todos os direitos reservados | Termos de uso | Design: Paulo Gallo