Para o topo

Festival quer tirar o estigma de “chata” da música erudita

Festival quer tirar o estigma de “chata” da música erudita
, em 18/09/2014, às 20:30 (atualizado em 24/09/2014, às 11:17)
Concerto sinfônico da USP-Filarmônica comemorativo aos 50 anos da FFCLRP

Por Francine Micheli
Fotos: Divulgação

Se quando você ouve a palavra "erudito" já vem logo uma imagem de elite, cansativo, complexo e refinado, não se sinta desamparado. Se por um lado a maioria torce o nariz para o clássico, por outro existem iniciativas com músicos apaixonados que dão o sangue para provar o contrário.

O Festival Música Nova "Gilberto Mendes" já chegou à sua 48ª edição como um dos eventos mais importantes para a disseminação da música sinfônica no Brasil. O grande objetivo é difundir a música inovadora, seja ela de que época for.

O festival acontece de 24 de setembro a 4 de outubro, simultaneamente em Ribeirão Preto, São Paulo e Santos — local onde nasceu o músico, compositor, regente, professor e jornalista Gilberto Mendes, fundador do festival. Ribeirão Preto sedia a programação principal graças à faculdade de música da USP, uma das mais atuantes no segmento, em parceria com o Sesc Ribeirão Preto.

“Não gosto do termo ‘erudito’ porque não é essa a essência da música. A obra de Mozart, Villa-Lobos, Bach é tão revolucionária e tão inventiva que não tem nada a ver com o que aprendemos na escola”, diz o diretor artístico do festival, maestro Rubens Russomano Ricciardi.

Atrações

Durante o festival, o público da cidade poderá assistir a concertos gratuitos da Orquestra Filarmônica da USP, apresentações de músicos convidados e uma masterclass com a compositora alemã Dorothea Hoffmann. O maestro Cláudio Cruz, atualmente maestro da Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, também fará uma participação especial.


Maestro Cláudio Cruz é o convidado do concerto da USP-Filarmônica no dia 2 de outubro

A programação terá 15 apresentações, entre concertos sinfônicos e de câmara, nas quais serão executadas obras de 48 compositores. 

“Queremos combater a ideia errada de que música sinfônica é velha e cheira coisa do passado. Nós não participamos da indústria da cultura e por isso queremos democratizar o acesso à música de vanguarda com um festival aberto e gratuito a todos”, afirma Ricciardi.

Confira a programação completa, que é gratuita:

24/09 (quarta-feira)

Concerto de abertura: Cravo (Santos/Paris)
20h30, no Theatro Pedro II

Bruno Teixeira Martins interpreta obras de Bach e outros compositores

25/09 (quinta-feira)

Concerto: A Vanguarda Esquecida
20h, no Bloco 34 do Departamento de Música (FFCLRP-USP)

Com Antonio Eduardo (piano)

26/09 (sexta-feira)

Ensemble Música Nova 2014
20h, no Auditório da Faculdade de Direito (USP)

Com regência do maestro Jack Fortner e direção artística de Gilberto Mendes

30/09 (terça-feira)

Duo In Tempori (FFCLRP)
20h, no Auditório da Faculdade de Direito (USP)

Com Carlos Sulpício (trompete) e Eliana Sulpício (percussão)

Orquestra Errante
20h30, no Auditório da Faculdade de Direito (USP)

Com direção artística de Rogério Costa

01/10 (quarta-feira)

Recital de piano: Lívio Tragtenberg
20h, no Auditório da Faculdade de Direito (USP)

Lançamento do CD Prelúdicos 1-12; recital de piano solo junto à masterclass em performance "Ofício de Compositor"

02/10 (quinta-feira)

Masterclass: Ofício de Compositor
18h30, no Bloco Didático da Faculdade de Direito (USP)

Com Dorothea Hofmann

USP-Filarmônica
20h, no Auditório da Faculdade de Direito (USP)

Com o maestro convidado Cláudio Cruz, e solo de flauta de Riane Benedini

03/10 (sexta-feira)

Quarteto de Cordas “Carlos Gomes”
20h, no Auditório da Faculdade de Direito (USP)

Com participações especiais de Igor Picchi Toledo (clarineta) e Lincoln Reuel Mendes (contrabaixo).

03/10 (sábado)

Concerto de encerramento
20h, no Auditório da Faculdade de Direito (USP)

Com o PIAP (Grupo de Percussão do Instituto de Artes do Planalto/Unesp), com direção de Carlos Stasi e codireção de Eduardo Gianesella e Herivelto Brandino

Compartilhe:

PRÓXIMO POST »
Gabriela Francheck fala sobre seu novo show “À flor da pele”
« POST ANTERIOR
Em busca de um sonho, Rockamama lança disco autoral

Você poderá gostar também!

 

Gabriela Francheck fala sobre seu novo show “À flor da pele”

20.10.2014 - 15:38

Com lançamento do seu novo show marcado para o dia 22 de outubro, no Sesc Ribeirão Preto, a cantora ribeirão-pretana se entrega à sensibilidade e interpreta canções consagradas e letras de compositores locais

Entrevista com Hélio Flanders, vocalista do Vanguart

28.05.2014 - 22:29

O Varal Diverso entrevistou Hélio Flanders, do Vanguart. A banda se apresenta no João Rock, no próximo sábado e também fará outros duas apresentações nos arredores. Confira!

Bandas autorais de Ribeirão se unem em projeto musical

13.04.2015 - 21:06

Realizado em São Paulo e no Rio de Janeiro, projeto A Cena Vive chega a Ribeirão Preto para divulgar trabalho autoral de grupos locais

 

VOLTAR

 

Comente aqui:

Varal Diverso © 2011–2017. Todos os direitos reservados | Termos de uso | Design: Paulo Gallo