acompanhe:
Perfil no facebook
Perfil no twitter
Varal no Instagram
Varal no Youtube
Entre em contato com a gente
Nosso feed RSS
Para o topo

página inicial » literatura »

Sarau leva cultura e literatura a jovens da periferia

publicado em: 02/09/2014 - 12:37
atualizado em: 06/10/2014 - 08:27

Sarau leva cultura e literatura a jovens da periferia

Por Francine Micheli
Fotos: Divulgação

Foi durante um sarau realizado na Feira do Livro que surgiu a ideia de levar iniciativas culturais como aquela para outros locais e populações até então distantes da literatura. O desafio foi aceito e um grupo de entusiastas criou uma ação para aproximar jovens da periferia da cidade da literatura.

Nascia então o Sarau Preto, ação que teve início em junho e que promove encontros mensais para leituras, declamação de poesia e apresentações de música no Centro Cultural do Quintino Facci II, em Ribeirão Preto. Os encontros são a céu aberto e já no primeiro evento participaram mais de 60 pessoas da comunidade.


O músico Marcelo Domingos se apresenta durante 2ª edição do Sarau Preto

“Percebemos que a galera tinha receio de entrar no Centro Cultural. É um espaço aberto, delas, mas muitas só ficavam olhando do lado de fora. Começamos a fazer ações na calçada e o Sarau ficou no quintal mesmo. Assim vem mais gente”, diz o produtor cultural e um dos organizadores, Eliéser Pereira, o Leser MC. 

Nomes de escritores como Ferréz, Solano Trindade, Renan Inquérito e Sérgio Vaz são comuns nas leituras durante os saraus. “A literatura marginal tem uma linguagem que se aproxima da realidade dessas pessoas. Elas se sentem representadas e com vontade de conhecer outras coisas”, diz Leser. E é na Biblioteca Popular Zumbi dos Palmares — espaço com centenas de obras à disposição dos participantes — que os jovens passam a se aproximar de escritores e estilos até então desconhecidos.

Parceria de peso

Um dos idealizadores do Sarau Preto, o também produtor Daniel Ramos, explica que a iniciativa conta com uma parceria com a Fundação Feira do Livro, que entendeu a importância da descentralização de atividades culturais na cidade. Com uma pequena verba, eles conseguem alugar equipamentos de audiovisual para exibição de documentários, preparar um lanche para os convidados e ainda fazer as artes para divulgação. “Na última edição exibimos um vídeo sobre processos de racismo sofridos por pessoas de cabelo crespo ou com dreads. Teve uma discussão depois”, diz, afirmando que a organização tira dinheiro do próprio bolso quando a verba não é suficiente.


Livros são oferecidos aos participantes que queiram ler ou recitar algum trecho

Para Daniel, é importante falar a língua dos jovens para que não haja um “estranhamento” cultural. “Boa parte das pessoas aqui já tem contato com a linguagem do rap do funk que trabalham, sim, com uma linguagem poética. A diferença, é que esses autores afro-periféricos estão fora do canone literário. Pode ver que nem chamam de literatura, é sempre literatura com alguma coisa na frente, tipo literatura-marginal, literatura periférica”.

A 4ª edição do Sarau Preto acontece neste sábado (4 de outubro), no Centro Cultural Quintino Facci II. O sarau é gratuito e aberto a todos os interessados, seja da comunidade ou não. A convidada da vez é a dupla de rap Subestimados.

SERVIÇO

Sarau Preto – 4ª edição
4 de outubro, às 18h

No Centro Cultural Quintino Facci II
Rua Ernesto Petersen, 36 – Quintino Facci II (Ribeirão Preto)
Entrada gratuita

PRÓXIMO POST »
Eu me chamo Antônio lança segundo livro em Ribeirão Preto
« POST ANTERIOR
Ribeirão ganha grupo de estudos sobre quadrinhos

Você poderá gostar também!

 

Feira do Livro terá oficinas de escrita de ficção e crítica de arte

23.05.2015 - 13:11

Especialistas das áreas ministrarão oficinas gratuitas durante a 15ª edição da Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, que acontece de 14 a 21 de junho.

Thalita Rebouças lança livro em Ribeirão Preto

27.03.2015 - 13:51

Sessão de autógrafos do livro 360 Dias de Sucesso acontece neste sábado (28/3), na Livraria da Travessa, no RibeirãoShopping

"Comecei a me dedicar à literatura por vingança"

17.05.2014 - 14:51

O jornalista e escritor Rogério Pereira esteve na 14ª Feira Nacional do Livro, e falou ao Varal Diverso sobre como mantém há 14 anos o maior jornal literário do Brasil, o "Rascunho"

 

 

Comente aqui:
Saia de Casa
Saia de Casa

 

 

 

Varal Diverso © 2011–2017 - Todos os direitos reservados. » Termos de uso