acompanhe:
Perfil no facebook
Perfil no twitter
Varal no Instagram
Varal no Youtube
Entre em contato com a gente
Nosso feed RSS
Para o topo

página inicial » literatura »

Arnaldo Antunes, Chico César e Veríssimo estão na programação da Feira do Livro

publicado em: 16/05/2017 - 09:49
atualizado em: 16/05/2017 - 18:59

Arnaldo Antunes, Chico César e Veríssimo estão na programação da Feira do Livro

Por Analídia Ferri
Fotos: Daryan Dornelles / Marcos Hermes / Divulgação

Para quem acha que a Feira do Livro perdeu o encanto, a programação da 17ª edição prova exatamente o contrário. Embora o número de shows tenha diminuído com o passar dos anos, o propósito do evento literário ganha cada vez mais sentido. Nomes de peso, como Arnaldo Antunes, Chico César, Viviane Mosé, Luís Fernando Veríssimo, Zuenir Ventura, Antônio Prata e José Pacheco, entre outros, foram anunciados na programação da Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, marcada de 4 a 11 de junho, com mais de 260 atividades culturais, completamente gratuitas.

Esse ano, a feira ganha projeção internacional, uma vez que contará com a participação de autores renomados e estudiosos do tema educação, entre eles, Humberto Maturana (Chile), António Nóvoa e José Pacheco (Portugal) e ainda participação de Mauro Maldonato (Itália) por videoconferência — com mediação do escritor e crítico literário Manuel da Costa Pinto.

Clique aqui e baixe a programação completa!

Nomes como Nélida Piñon, Zuenir Ventura, Ignácio de Loyola Brandão, Lya Luft, Luis Fernando Verissimo e Ricardo Azevedo também integram projeto “Combinando Palavras” — ação que vai reunir 8.800 estudantes. A expectativa dos organizadores é atrair para esta edição mais de 200 mil pessoas, durante 8 dias.

Participaram do evento escritores, educadores, parceiros de instituições como o Sesc, Senai, Senac, universidades, diretoria regional de ensino e entidades locais, além de representantes de patrocinadores, autoridades, intelectuais e o público em geral.

Reconhecida como um dos principais eventos nacionais de literatura, a Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto traz neste ano o tema "Do conhecimento que liberta ao amor que educa – o livro na escola". Como em todos os anos, a 17ª edição do evento presta homenagem a um país, e o escolhido foi Portugal, berço da Língua Portuguesa, o oitavo idioma mais falado no mundo. Entre o naipe dos autores celebrados, o escritor principal é Fernando Pessoa, ícone da literatura portuguesa. O autor educação escolhido é César Nunes; o autor infantojuvenil é Ricardo Azevedo e autor local Rosa Maria de Britto Cosenza. Como patrono, a feira indicou o empresário Chaim Zaher.

Bem, agora sem mais delongas, confira alguns destaques da programação da 17ª Feira Nacional do Livro:

4 de junho (domingo)

16h – Bate-papo: Chico César – Poesia e música das palavras
Na Tenda Sesc (praça Carlos Gomes). Mediação de Paulo Andrade

O cantor e compositor Chico César vem conversar com o público sobre sua produção literária. Em 2016, ele concorreu ao Prêmio Jabuti na categoria Poesia com o livro Versos Pornográficos. É autor também de Cantáteis: cantos elegíacos de amozade e Rio Sou Francisco. Paulo Andrade é professor do Departamento de Literatura da Unesp/Araraquara e atualmente pesquisa a literatura negra. Atenção: Retirar senhas para a atividade no balcão de informações na Esplanada do Theatro Pedro II, com uma hora de antecedência.

18h30 – Conferência: Viviane Mosé
No Theatro Pedro II (Sala Principal)

Poeta, filósofa, psicóloga, psicanalista e especialista em elaboração e implementação de políticas públicas. Viviane Mosé é mestre e doutora em Filosofia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Escreveu e apresentou o quadro Ser ou não ser no Fantástico, em que trazia temas de Filosofia para uma linguagem cotidiana. Possui diversos livros de poesia, filosofia e psicanálise. Atualmente, atua como palestrante, é sócia e diretora de conteúdo da Usina Pensamento, comentarista do programa Liberdade de Expressão (Rádio CBN) - com Carlos Heitor Cony e Artur Xexéo. Também é colaboradora fixa do programa Encontro com Fátima Bernardes na TV Globo. Entre suas obras, destacam-se: Toda palavra, Pensamento chão, Desato, Receita para lavar palavra suja, Imagem escrita, entre outros. Na categoria filosofia e psicanálise é autora de A escola e os desafios contemporâneos, O homem que sabe, Nietzsche e a grande política da linguagem, Beleza, feiúra e psicanáliseAssim falou Nietzsche, entre outros.

20h30 – Show: Chico César – Estado de Poesia
No Theatro Pedro II (Sala Principal)


Foto: Marcos Hermes/Divulgação

O cantor e compositor Chico César apresenta o repertório de seu novo disco, Estado de Poesia. Gravado com músicos locais em sua cidade natal, Catolé do Rocha, na Paraíba, o trabalho marca o retorno de Chico César, após oito anos sem gravar um CD de músicas inéditas. Unindo a riqueza dos ritmos brasileiros com a sonoridade universal, as músicas do novo disco mesclam samba, forró, frevo, toada e reggae. No show serão cantados também os sucessos de seus quase 25 anos de carreira. Atenção: retirar senhas para a atividade no balcão de informações na Esplanada do Theatro Pedro II, com uma hora de antecedência.

5 de junho (segunda)

16h30 – Salão de Ideias: Ignácio de Loyola Brandão
No Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)


Foto: Arnaldo Pereira / Divulgação

Em suas vindas à Feira do Livro de Ribeirão Preto, Ignácio de Loyola Brandão já traduziu o ato de escrever como uma oportunidade do escritor colocar para fora o que traz por dentro. Segundo ele, na sua escrita não há um só elemento que não venha da sua realidade observada. São imagens e relatos de sua própria vivência, sempre anotados em cadernetas. Esses registros viram crônicas, personagens e obras. O interesse de Loyola pela literatura começou desde pequeno, quando sonhava conquistar o mundo com suas histórias. A estreia neste universo se concretizou em 1965 com o lançamento do livro de contos Depois do Sol e não parou mais. Hoje, aos 80 anos, o escritor e jornalista, nascido em Araraquara, possui 43 livros publicados entre romances, contos, crônicas, viagens, infantis e infantojuvenis. Traduzido para 14 línguas possui cinco Prêmios Jabutis em suas estantes. Escreve quinzenalmente no Caderno 2 d'O Estado de São Paulo e passou a integrar o grupo de cronistas do jornal A Cidade, de Ribeirão Preto, a partir de janeiro deste ano. O autor reúne várias premiações como o Prêmio Especial do I Concurso Nacional de Contos do Paraná por Pega ele, Silêncio (1968); melhor ficção pelo romance Zero, Fundação Cultural do “Distrito Federal (Brasil)” Distrito Federal (1976), o Prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto da sua obra (2016), entre vários outros.

6 de junho (terça)

19h30 – Conferência Internacional: José Pacheco
No Theatro Pedro II (Sala Principal)

José Francisco de Almeida Pacheco é educador, pedagogo, especialista em Leitura e Escrita, mestre em Ciência da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto. Idealizador da Escola da Ponte, em Portugal, instituição que se notabilizou pelo projeto educativo baseado na autonomia dos estudantes. É autor de inúmeros livros e artigos sobre educação e indutor de mais de 100 projetos para uma nova educação no Brasil. Entre suas principais obras estão: Aprender em comunidade, Diálogos com a Escola da Ponte, Denunciar e anunciar, A Escola da Ponte sob múltiplos olhares, Dicionário dos valores em educação.

7 de junho (quarta)

10h30 – Salão de Ideias: Sessão Jabuti, com Michel Laub
No Theatro Pedro II (Auditório Meira Junior)

Michel Laub é escritor e jornalista, foi editor chefe da revista Bravo, coordenador de publicações e internet do Instituto Moreira Salles e colunista da Folha de São Paulo. Hoje é colaborador de diversas editoras e veículos. Publicou sete romances, entre eles, Diário da queda e O tribunal da quinta-feira. Seus livros foram publicados em 12 países e em nove idiomas. É um dos integrantes da edição “Os melhores jovens escritores brasileiros” da revista inglesa Granta. Também recebeu diversos prêmios, entre eles, o JQ – Wingate (Inglaterra), o Jabuti (segundo lugar) e o Bravo/Prime. Outras obras de destaque da sua carreira são A Maçã envenenada, O segundo tempo e Longe da água.

8 de junho (quinta)

10h30 – Salão de Ideias: Sessão Jabuti, com Lira Neto
No Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)

João de Lira Cavalcante Neto é jornalista e escritor brasileiro especializado em biografias. Antes de dedicar-se ao jornalismo, trabalhou como professor de História, Redação e Literatura, em vários colégios de Fortaleza. Cursou Filosofia (Faculdade de Filosofia de Fortaleza), Letras (Universidade Estadual do Ceará) e Jornalismo (Universidade Federal do Ceará). Escreveu e publicou poesia alternativa, destacandose como um dos principais nomes da chamada “poesia marginal” do Ceará. Também possui artigos, entrevistas e reportagens -–publicados em alguns dos principais jornais e revistas do Brasil. Em 2007, foi agraciado com o Prêmio Jabuti de Literatura, na categoria melhor biografia do ano, pelo livro O inimigo do Rei: uma biografia de José de Alencar ou a mirabolante aventura de um romancista que colecionava desafetos, azucrinava D. Pedro II e acabou inventando o Brasil. O extenso subtítulo da obra é uma referência à estética do folhetim do século XIX.

16h30 – Salão de Ideias: Zuenir Ventura
No Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)

Zuenir Carlos Ventura é jornalista e escritor brasileiro. Nascido em Minas Gerais, iniciou o curso de Letras Neolatinas na Faculdade Nacional de Filosofia, hoje UFRJ. Em seguida, começou sua carreira de jornalista. É colunista do jornal O Globo e membro da Academia Brasileira de Letras, tendo ganhado o Prêmio Jabuti em 1995 na categoria Reportagem pelo livro Cidade partida. Jornalista brilhante, lúcido e muito coerente, seus livros misturam ficção e realidade, e as narrativas têm uma vivacidade que empolga e encanta leitores de todas as idades. Os inúmeros prêmios que tem recebido ao longo da vida são mais do que merecidos e servem de reconhecimento por seu trabalho de registrar a história, os fatos e as personagens.

9 de junho (sexta)

10h30 – Salão de Ideias: Sessão Jabuti, com Míriam Leitão
No Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)

Míriam Leitão é jornalista e escritora. Tem coluna diária no jornal O Globo, é comentarista de assuntos econômicos da TV Globo e rádio CBN. Recebeu vários prêmios, entre eles, o Maria Moors Cabot da Universidade de Colúmbia. É autora de nove livros, como: Saga brasileira: a longa luta de um pouco por sua moeda, premiado com o Jabuti de Livro do Ano de 2012, História do futuro: o horizonte do Brasil no século XXI, A verdade é teimosa: diários da crise que adiou o futuro, A perigosa vida dos passarinhos pequenos.

16h30 – Salão de Ideias: Luis Fernando Verissimo
No Theatro Pedro II (Sala Principal)

Luis Fernando Verissimo é escritor, humorista, cartunista, tradutor, roteirista de televisão, autor de teatro e romancista bissexto. Já foi publicitário e revisor de jornal. Com mais de 60 títulos publicados, é um dos mais populares escritores brasileiros contemporâneos. É filho do também escritor Érico Verissimo. Em 2006, o autor chegou aos 70 anos de idade consagrado como um dos maiores escritores brasileiros contemporâneos, tendo vendido ao todo mais de 5 milhões de exemplares de seus livros.

10 de junho (sábado)

10h30 – Salão de Ideias: Sessão Jabuti, com Antonio Prata
No Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)

Antonio Prata nasceu em São Paulo em 1977. É escritor e roteirista. Tem 12 livros publicados. Escreve crônicas aos domingos na Folha de São Paulo e trabalha em séries e novelas na Rede Globo. Entre suas obras destacam-se Meio intelectual, meio de esquerda (Prêmio Brasília de Literatura na categoria contos e crônicas), Nu, de botas (Prêmio Brasília de Literatura, em 2014) e Trinta e poucos, recém lançado pela Cia das Letras.

14h – Salão de Ideias Senac: "Diálogo | Educação”, com Márcia Tiburi
No Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)

A autora mostra que o diálogo sobre educação com toda sua implicação filosófica, é algo tão necessário quanto o oxigênio que nos libera da asfixia. A obra mostra que pensar na ‘contramão da servidão’ ideológica é libertário, e a educação é simplesmente o ponto nevrálgico de todo compromisso estabelecido pelas pessoas em sociedade. Educar para a liberdade parece ser mesmo revolucionário e propõe o entendimento das condições a que estamos lançados, ou, por que não dizer, a que nos lançamos? A responsabilidade, a ética, o compromisso com o outro (que somos nós mesmos) reclamam essa consciência, só mesmo reconquistada no diálogo. Graduada em Filosofia e Artes, Marcia Tiburi é mestre e doutora em Filosofia. Publicou diversos livros de Filosofia entre eles As mulheres e a Filosofia, Filosofia cinza: a melancolia e o corpo nas dobras da escrita e Sociedade fissurada, além de vários romances como Magnólia e mais recentemente, em 2015, publicou Como conversar com um fascista – reflexões sobre o cotidiano autoritário brasileiro. É colunista da revista Cult e professora do Programa de Pós-Graduação em Educação, Arte e História da Cultura da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

11 de junho (domingo)

16h – Conferência: Arnaldo Antunes
No Theatro Pedro II (Sala Principal)

Poeta, cantor e compositor, nasceu em São Paulo em 1960. Integrou o grupo Titãs, com o qual gravou sete discos. Em carreira solo desde 1992, Arnaldo Antunes já lançou os discos Nome, Ninguém, O Silêncio, Um Som, O Corpo (trilha para espetáculo de dança do Grupo Corpo), Paradeiro, Saiba, Qualquer, Ao Vivo no Estúdio, IêIêIê, Ao Vivo Lá em Casa, A Curva da Cintura, Acústico MTV, DiscoJá É, e o mais recente, Ao Vivo em Portugal, além de Tribalistas (com Marisa Monte e Carlinhos Brown) e Pequeno Cidadão (projeto infantil com Edgard Scandurra, Taciana Barros, Antônio Pinto e seus filhos). Tem vários livros publicados no Brasil, entre eles, Psia, Tudos, As coisas, 2 ou + corpos no mesmo espaço, 40 escritos, Como é que chama o nome disso?, N. D. A. e seu último lançamento Agora aqui ninguém precisa de si na Espanha (Doble Duplo) e em Portugal (Antologia) — obra indicada como o primeiro lugar da categoria Poesia no Prêmio Jabuti de 2016.


Foto: Daryan Dornelles / Divulgação

18h30 – Show: Arnaldo Antunes
No Theatro Pedro II (Sala Principal)

Arnaldo Antunes apresenta ao público um show intimista, acompanhado por dois músicos: Chico Salem (violão e guitarra) e André Lima (teclados, violão e sanfona). Neste show, batizado de “A Casa é Sua”, Arnaldo explora com liberdade uma nova sonoridade e revela as canções de outro modo, evidenciando mais as letras. O repertório passeia por músicas de toda sua carreira, como “Não Vou Me Adaptar”, “Saiba”, “Meu coração”, “Muito muito pouco” e inclui algumas canções de seu mais novo trabalho, Já É, como “Naturalmente, naturalmente” e “Põe fé que já é”. O artista também apresenta canções escritas em parceria com Paulo Miklos (“Fim do dia”), Marisa Monte e Carlinhos Brown (“Consumado”), Liminha (“Invejoso”), Alice Ruiz (“Socorro”), entre outras. Atenção: retirar senhas para a atividade no balcão de informações na esplanada do Theatro Pedro II, com uma hora de antecedência.

« POST ANTERIOR
Livro sobre Sócrates e Casagrande será lançado em Ribeirão

Você poderá gostar também!

 

Eu me chamo Antônio lança segundo livro em Ribeirão Preto

04.12.2014 - 19:59

Três grandes nomes de sucesso vão passar por Ribeirão Preto nos próximos dias: Pedro Gabriel, autor de Eu Me Chamo Antônio, o jornalista Edney Silvestre e o blogueiro Caio Novaes, do canal Ana Maria Brogui, lançam seus livros na cidade.

Feira do Livro terá oficinas de escrita de ficção e crítica de arte

23.05.2015 - 13:11

Especialistas das áreas ministrarão oficinas gratuitas durante a 15ª edição da Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, que acontece de 14 a 21 de junho.

12 atrações imperdíveis para aproveitar a Feira do Livro

19.05.2015 - 22:45

A Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto acontece de 14 a 21 de junho, em vários espaços da cidade, com programação totalmente gratuita. Fique por dentro!

 

 

Comente aqui:
Saia de Casa

 

 

 

Varal Diverso © 2011–2017 - Todos os direitos reservados. » Termos de uso