acompanhe:
Perfil no facebook
Perfil no twitter
Varal no Instagram
Varal no Youtube
Entre em contato com a gente
Nosso feed RSS
Para o topo

página inicial » literatura »

3ª edição da revista RPHQ encerra série

publicado em: 03/05/2014 - 21:47
atualizado em: 27/08/2014 - 13:28

3ª edição da revista RPHQ encerra série
Reprodução RPHQ

O que era para ser somente um projeto despretensioso entre amigos de profissão acabou se tornando uma das maiores representações artísticas em homenagem a nossa terra do café. A Ribeirão Preto em Quadrinhos chegou a sua terceira edição mais rechonchuda, com um total de 42 profissionais, entre ilustradores, coloristas, designers e roteiristas.

Segundo Cordeiro de Sá, organizador da revista, a RPHQ foi uma grande surpresa que deu certo. Como o início foi marcado pela vontade despretensiosa de unir colegas talentosos dos quadrinhos, houve um certo espanto quando outros artistas começaram a pipocar pelo e-mail e Facebook querendo participar dos próximos.

“Cada revista tem suas peculiaridades e todas as histórias foram compostas em equipe”, diz Sá. “Os quadrinhos da banca estão melhorando muito. Antes, a gente via só mangá, mas hoje temos até o Maurício de Sousa fazendo graphic novel, o que é muito legal. Além disso, a internet deixou tudo mais exposto e acessível, o que atraiu um público que até então desconhecia o quadrinho”.

A medida da boa aceitação e da qualidade da RPHQ foi medida com a indicação das duas últimas edições ao HQ Mix, o mais importante prêmio brasileiro para o segmento. O evento é organizado anualmente pela Associação dos Cartunistas do Brasil (ACB) e pelo Instituto Memorial de Artes Gráficas do Brasil (Imag), com apoio do Sesc Pompeia.

A primeira vez
Essa edição da RPHQ vai contar com 19 novos artistas que não haviam participado das publicações anteriores. Entre eles, está o músico Márcio Coelho — que teve uma de suas músicas transformadas em quadrinhos —, o publicitário Sérgio Garrido e Nicolas Mendes, animador que vem se dedicando à ilustração e pintura digital. “Meu trabalho para a RPHQ é sobre a avenida Independência. E o personagem principal, claro, é o dinossauro verde da loja de churrasqueiras”.

O fim da trilogia
Apesar do sucesso alcançado pela publicação ribeirão-pretana, a organização planeja parar com o projeto. “2014 vai ser um ano muito conturbado com Copa do Mundo e eleições. A mídia vai estar totalmente voltada para esse assunto e, como dependemos dessa divulgação espontânea, creio que não vamos ter muito espaço”.

Além disso, há a preocupação com o esgotamento da revista. Sá explica que existem outros projetos no caminho e que é melhor parar enquanto existe a expectativa. “Realmente, não penso em ter uma quarta edição e acho que temos que ter cuidado quando o time está ganhando. Nossos feedbacks foram super positivos até então, mas temos que ter o bom senso com o exagero e o esgotamento do projeto. Muitas coisas estão acontecendo e quem sabe não é a vez delas?”.

Em 2013, Sá lançou, pelo selo RPHQ, a graphic novel “Malu, memórias de uma trans”, uma história com relatos reais baseados na vida de um amigo de infância. A publicação é considerado uma das pioneiras do gênero e foi lançada em São Paulo, Brasília, e foi muito bem recebida pela crítica.

As primeiras edições da RPHQ e a graphic novel “Malu, memórias de uma trans” estão disponíveis para visualização e download aqui!

RPHQ #3

RPHQ #2

RPHQ #1

PRÓXIMO POST »
"Comecei a me dedicar à literatura por vingança"
« POST ANTERIOR
Feira do Livro elimina shows e foca em causas sociais

Você poderá gostar também!

 

Achados da Feira do Livro: um passeio rápido e 11 livros comprados

20.05.2014 - 11:29

No último domingo, o Varal Diverso esteve na Feira do Livro em busca de bons achados. Não é a primeira vez que rodamos entre os expositores e saímos com grandes livros em mãos

Arnaldo Antunes, Chico César e Veríssimo estão na programação da Feira do Livro

16.05.2017 - 09:49

Evento literário acontece de 4 a 11 de junho com 260 atividades gratuitas em Ribeirão Preto

“As igrejas estão se canibalizando”, diz Gregorio Duvivier durante Feira do Livro

22.05.2014 - 19:34

Um dos criadores do Porta dos Fundos não poupou críticas à religião, à democracia e ironizou websérie concorrente

 

 

Comente aqui:
Saia de Casa
Saia de Casa

 

 

 

Varal Diverso © 2011–2017 - Todos os direitos reservados. » Termos de uso