Para o topo

página inicial » literatura »

12 atrações imperdíveis para aproveitar a Feira do Livro

publicado em: 19/05/2015 - 22:45
atualizado em: 15/06/2015 - 12:54

12 atrações imperdíveis para aproveitar a Feira do Livro

Por Analídia Ferri
Fotos: Divulgação

Embora esteja mais enxuta neste ano, a programação da 15ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto — que acontece de 14 a 21 de junho — está cheia de nomes importantes de vários setores, alguns deles prometem debates marcantes durante o evento. A programação é gratuita.

Separamos alguns dos principais destaques para você se programar e aproveitar os melhores momentos da Feira do Livro neste ano. Confira:

1. Eliane Brum

Quando? 14 de junho (domingo), às 16h
Onde? Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)

A jornalista e escritora gaúcha Eliane Brum retorna à Ribeirão Preto para participar do Salão de Ideias e compartilhar um pouco da sua experiência. Eliane trabalhou 11 anos como repórter do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, e outros 10 como repórter especial da revista Época, em São Paulo. Desde 2010, atua como freelancer. Publicou seis livros (cinco de não ficção e um romance), além de ter participado de coletâneas de crônicas, contos e ensaios.

2. Mario Sergio Cortella

Quando? 14 de junho (domingo), às 18h30
Onde? Theatro Pedro II (Sala Principal)


Foto: Gigi Kassis / Divulgação

Sempre que vem para Ribeirão Preto, o filósofo e mestre em educação Mario Sergio Cortella lota os auditórios. Com um portfólio de 15 livros escritos nos últimos cinco anos, Cortella fala sobre vida, atitude e ética. É colunista da rádio CBN, trabalhou por quase duas décadas ao lado do educador Paulo Freire. Também foi secretário de Educação da cidade de São Paulo, entre 1991 e 1992. Neste ano, Cortella lançou "Educação, convivência e ética" e "Educação, escola e docência”.

3. Gregório Duvivier

Quando? 15 de junho (segunda), às 11h
Onde? Theatro Pedro II (Sala Principal)

Gregório Duvivier é formado em Letras pela PUC, no Rio de Janeiro. Participou do filme Apenas o fim (2009) e de diversas peças teatrais, entre elas Zé – Zenas Emprovisadas, vencedor do Prêmio Shell em 2004, e Uma noite na Lua, pela qual ganhou o prêmio APTR de melhor ator em 2012. É um dos idealizadores, roteirista e ator do coletivo Porta dos Fundos, além de cronista no jornal Folha de S.Paulo. Na literatura, Duvivier publicou os livros “A Partir de Amanhã eu Juro que a Vida Vai Ser Agora” (2008) e “Ligue os Pontos - Poemas de Amor e Big Bang” (2013).

4. Pedro Bandeira

Quando? 16 de junho (terça), às 8h30
Onde? Theatro Pedro II (Sala Principal)

Com quase 30 milhões de livros vendidos, Pedro Bandeira é o autor de literatura juvenil mais vendido no Brasil e, como especialista em letramento e técnicas especiais de leitura, auxilia professores em todo o país. É autor da série “Os Karas” e dos livros “O fantástico mistério de Feiurinha” e “A marca de uma lágrima”, entre mais de 80 títulos publicados. Desde jovem, é apaixonado por teatro, onde trabalhou com Patrícia Galvão e Plínio Marcos. Também trabalhou como jornalista por muitos anos e dá a dica sobre sua inspiração, que parece não ter fim. "Às vezes tiro ideias das cartas porque o conteúdo das mensagens são os mais diversos. Tem quem pede conselho sentimental, outros dizem que não se dão bem com os pais e já recebi até carta de presidiário. Tento responder a todas".

5. Ignácio de Loyola Brandão

Quando? 16 de junho (terça), às 16h
Onde? Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)


Foto: Arnaldo Pereira / Divulgação

Nascido em Araraquara, em 1936, o jornalista e escritor Ignácio de Loyola Brandão é autor de 41 livros, entre romances, contos, crônicas, viagens, infantis e uma peça teatral. Orgulha-se de ter recebido um Prêmio Jabuti como Melhor Livro do Ano em 2008 com um infantil, “O menino que vendia palavras”. Nos últimos anos, vêm procurando entender o Brasil por meio do mundo da criança, “a única que diz a verdade neste país porque ainda não está vendida nem corrompida”. Seu livro mais recente, “Os olhos cegos dos cavalos loucos”, mostra um avô ensinando ao neto a decência da não delação, procurando absolver crimes e pecados, salvando cabeças e bolsos. “O Brasil atual é uma ficção que nem a literatura imaginou. Brasília é a cabine fechada de comandantes que jogam o avião no solo.”

6. Saulo Gomes

Quando? 17 de junho (quarta), às 17h
Onde? Centro Cultural Palace (Auditório Pedro Paulo da Silva)

O carioca Saulo Gomes iniciou sua atividade jornalística em 1956, na Rádio Continental. Aos 87 anos, é o mais experiente repórter ativo no chamado “jornalismo de campo e investigativo”. Foi o primeiro jornalista cassado pelo Golpe de 1964. Foi exilado no Uruguai e preso no Rio de Janeiro. Atualmente, está passando sua trajetória jornalística para livros e DVDs, como “O último voo”; “Pinga-Fogo com Chico Xavier” (livro e DVD); “Quem matou Che Guevara” (também traduzido para o italiano); “As mães de Chico Xavier” e “A coragem da inocência de Madre Maurina Borges da Silveira” — este último será o tema do seu encontro durante a Feira do Livro.

7. Luiz Felipe Pondé

Quando? 17 de junho (quarta), às 18h30
Onde? Theatro Pedro II (Sala Principal)

Luiz Felipe Pondé promete esquentar a discussão em torno de questões ligadas a política e comportamento. Colunista do jornal Folha de S.Paulo, Pondé é doutor em Filosofia pela USP e pela Universidade de Paris VIII, além de ser coordenador e vice-diretor da Faculdade de Comunicação e Marketing da FAAP. Também leciona na Pós-Graduação em Ciências da Religião da PUC-SP. Com experiência acadêmica de sobra, Pondé participou da Feira do Livro de 2013 e protagonizou um dos debates mais concorridos daquele ano.

8. Augusto Cury

Quando? 18 de junho (quinta), às 18h30
Onde? Theatro Pedro II (Sala Principal)

Ao longo de 25 anos de carreira, atuando como psiquiatra, pesquisador e escritor, Augusto Cury tornou-se o autor mais lido da última década, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo e a revista Veja. Seus livros são publicados em mais de 60 países. Recebeu o prêmio de melhor ficção do ano de 2009 da Academia Chinesa de Literatura, pelo livro “O vendedor de sonhos” que, em 2015, será lançado como filme nos cinemas. Augusto Cury é autor da teoria Inteligência Multifocal, que analisa o processo de construção dos pensamentos. Sua obra é estudada em cursos de mestrado e doutorado nos Estados Unidos, Europa e Brasil.

9. Frei Betto

Quando? 18 de junho (quinta), às 21h
Onde? Theatro Pedro II (Sala Principal)

Autor de 60 livros editados no Brasil e no exterior, Frei Betto nasceu em Belo Horizonte. Estudou jornalismo, antropologia, filosofia e teologia. Frade dominicano e escritor, ganhou em 1982 o Jabuti, principal prêmio literário do Brasil, por seu livro de memórias “Batismo de sangue”. Em 1982, foi eleito Intelectual do Ano pelos escritores filiados à União Brasileira de Escritores, que lhe deram o Prêmio Juca Pato por sua obra “Fidel e a religião”. Seu livro “A noite em que Jesus nasceu” ganhou o prêmio de Melhor Obra Infantojuvenil de 1998, concedido pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Em 2005, o júri da Câmara Brasileira do Livro premiou-o mais uma vez, agora na categoria Crônicas e Contos, pela obra “Típicos tipos – Perfis literários”. Em 2011, lançou o romance policial “Hotel Brasil” e, em 2012, o romance “Minas do Ouro”, este finalista do Prêmio Portugal Telecom.

10. Ayrton Centeno

Quando? 19 de junho (sexta, feriado), às 16h
Onde? Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)

Ayrton Centeno é jornalista com 65 anos. Já passou pelas redações de O Estado de S.Paulo, Jornal da Tarde, Veja, Agência Estado e Brasília Confidencial. Documentarista, participou como entrevistador e roteirista de duas dezenas de documentários. Na Feira, Centeno fala sobre sua última obra, “Os Vencedores”, que narra a jornada de quem sofreu durante a Ditadura Militar, principalmente no ano de 1964. O texto tem a forma de uma grande reportagem, sem abrir mão do rigor jornalístico, mas com a pegada de um thriller arrebatador.

11. Ana Miranda

Quando? 19 de junho (sexta, feriado), às 18h30
Onde? Theatro Pedro II (Sala Principal)

Voltada para a linguagem, dotada de um brasilianismo intenso, Ana Miranda realiza um trabalho de redescoberta e valorização do nosso tesouro literário, que a leva a dialogar com obras e autores de nossa literatura, numa época em que as culturas delicadas são ameaçadas pela força de uma cultura universal. Fundada em séria e vasta pesquisa, recria épocas e situações que se referem à história literária brasileira, mas, primordialmente, dá vida a linguagens perdidas no tempo. Sua obra, com mais de 20 livros, já foi premiada e traduzida para cerca de 20 países. Ana Miranda consagrou-se igualmente pela inclusão de seu “Boca do Inferno” na lista dos cem maiores romances em língua portuguesa do século 20, elaborada por estudiosos da literatura, brasileiros e portugueses. Além de “Boca do Inferno”, publicou “A Última Quimera”, “Desmundo”, “Amrik”, “Dias & Dias”, “Yuxin” e “Semíramis”. Ana Miranda vem à cidade graças a parceria entre a Fundação Feira do Livro e o Sesc Ribeirão Preto.

12. Fábio Moon e Gabriel Bá

Quando? 20 de junho (sábado), às 11h
Onde? Theatro Pedro II (Auditório Meira Júnior)

Fábio Moon e Gabriel Bá são gêmeos e nasceram em 1976, em São Paulo. Por quase 20 anos, os dois têm produzido quadrinhos para o mercado brasileiro e internacional e seus trabalhos já foram publicados em doze idiomas. Em 2008, “O Alienista”, adaptação da dupla do clássico de Machado de Assis, recebeu um prêmio Jabuti. O último livro do irmãos, “Daytripper”, estreou em primeiro lugar na lista de mais vendidos do NY Times e já foi premiado nos EUA, no Reino Unido e na França. “Dois Irmãos”, adaptação do romance de Milton Hatoum e o trabalho mais recente dos gêmeos, foi lançado simultaneamente no Brasil e na França, sendo sucesso absoluto de público e crítica no Salão do Livro de Paris.

As senhas para participar das atividades deverão ser retiradas uma hora antes de cada evento, na Central de Informações, que ficará na Esplanada do Theatro Pedro II. 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

PRÓXIMO POST »
Feira do Livro terá oficinas de escrita de ficção e crítica de arte
« POST ANTERIOR
Thalita Rebouças lança livro em Ribeirão Preto

Você poderá gostar também!

 

Feira do Livro elimina shows e foca em causas sociais

23.04.2014 - 21:06

A 14ª edição da Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, que acontece de 16 a 25 de maio, já anunciou que neste ano, não haverá shows com artistas nacionais e o evento irá priorizar outras ações de temáticas variadas.

Ribeirão ganha grupo de estudos sobre quadrinhos

26.08.2014 - 18:58

A “Távola dos Quadrinhos” acontece mensalmente e realiza oficinas gratuitas com cartunistas convidados

Feira Nacional do Livro anuncia programação oficial da sua 16ª edição

16.05.2016 - 22:33

Evento acontece de 12 a 19 de junho, em Ribeirão Preto. Confira alguns destaques!

 

 

Comente aqui:

 

 

 

Varal Diverso © 2011–2017 - Todos os direitos reservados. » Termos de uso