Para o topo

Mostra Internacional de Cinema terá exibição de 10 filmes no Sesc

Mostra Internacional de Cinema terá exibição de 10 filmes no Sesc
, em 04/11/2015, às 11:13 (atualizado em 12/11/2015, às 22:14)

Por Analídia Ferri
Fotos: Reprodução 

De 22 de novembro a 15 de dezembro, o Sesc Ribeirão Preto promove, pelo quinto ano consecutivo, a itinerância da Mostra Internacional de Cinema, trazendo 10 títulos que foram exibidos na programação do festival, para a cidade.

Em Ribeirão Preto, a abertura da mostra será no dia 22 de novembro às 16h, com o filme o filme “Labirinto das Mentiras”. Os ingressos custam R$ 12 (inteira), R$ 6 (estudantes, professores e idosos) e gratuito para comerciários, e todas as exibições acontecem no Galpão de Eventos do Sesc.

O Sesc Ribeirão Preto fica na rua Tibiriçá, 50, no Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3977-4472, ou pelo site da unidade.

Confira a programação completa:

22/11 (domingo), às 16h – "Labirinto de Mentiras"
Direção: Giulio Ricciarelli (Alemanha, 2014). Ficção. Indicação: 18 anos.

Frankfurt, 1958. O jovem promotor Johann Radmann encontra documentos que ajudam a iniciar um processo contra alguns membros da SS que serviram em Auschwitz. No entanto, os horrores do passado e a hostilidade demonstrada em relação ao seu trabalho deixam Johann à beira de um colapso.

24/11 (terça), às 20h – "Três Lembranças da Minha Juventude"
Direção: Arnaud Desplechin (França, 2015). Ficção. Inficação: 16 anos.

Paul Dédalus se prepara para deixar o Tajiquistão. Ele se lembra da infância em Roubaix, do ataque de loucura da mãe, do laço que o unia ao irmão Ivan, uma criança devota e violenta. Lembra-se de fazer 16 anos, da viagem de seu pai à URSS, onde, em uma missão clandestina, deu a própria identidade a um jovem russo. Acima de tudo, Paul se recorda de Esther, o coração da sua vida.

29/11 (domingo), às 14h – "Visita ou Memórias e Confissões"
Direção: Manoel de Oliveira (Portugal, 1982). Documentário. Indicação: 10 anos.

Filme autobiográfico sobre a vida e a casa de Manoel de Oliveira (1908-2015). A partir de memórias e confissões, este documentário póstumo, rodado no ano de 1982 sob a condição de ser apresentado somente depois de sua morte, relata a importância que essa residência teve na vida do realizador.

29/11 (domingo), às 16h – "Sabor da Vida"
Direção: Naomi Kawase. (Japão/França/Alemanha, 2015). Ficção. Indicação: 12 anos.

Sentaro administra uma pequena padaria que serve dorayakis —panquecas recheadas com pasta de feijão azuki. Quando Tokue, uma velha senhora, se oferece para ajudá-lo na cozinha, ele aceita com relutância. Mas Tokue mostra ter mãos mágicas para fazer o doce. Graças à sua receita secreta, o pequeno negócio em breve floresce e, com o tempo, Sentaro e Tokue vão abrir seus corações para revelar mágoas antigas.

6/12 (domingo), às 14h – "O Botão da Pérola"
Direção: Patricio Guzman (Chile/França/Espanha, 2015). Documentário. Indicação: 14 anos.

O oceano contém a história de toda a humanidade. No mar estão as vozes da Terra e de todo o espaço. A água, fronteira mais longa do Chile, também esconde o segredo de dois misteriosos botões encontrados no fundo do mar. Com mais de 4 mil km de costa e o maior arquipélago do mundo, o Chile apresenta uma paisagem sobrenatural, com vulcões, montanhas e glaciares. Nesta paisagem estão as vozes da população indígena da Patagônia, dos primeiros navegadores ingleses que chegaram ao país, e também a voz dos presos políticos chilenos. Alguns dizem que a água tem memória. Esse filme mostra que ela também tem voz. Vencedor do Urso de Prata de melhor roteiro no Festival de Berlim.

6/12 (domingo), às 16h – "Os Campos Voltarão"
Direção: Ermanno Olmi (Itália, 2014). Ficção. Indicação: 14 anos.

Um grupo de soldados enfrenta uma série de dificuldades no front italiano, após os sangrentos combates em Altipiano, nordeste do país, em 1917, durante a Primeira Guerra Mundial. A história se passa durante uma noite, na qual os acontecimentos se sucedem sem um padrão definido: as calmas montanhas podem se tornar um lugar onde os homens morrem. Mas todas as histórias contadas pelo filme são reais.

8/12 (terça), às 20h – "Rocco e Seus Irmãos"
Direção: Luchino Visconti (Itália/França, 1960). Ficção. Indicação: 12 anos.

Em busca de uma vida melhor, a viúva Rosaria Parondi e seus filhos — Rocco, Simone, Vincenzo, Ciro e Luca — trocam a miserável Sicília pela industrial Milão. Na cidade grande, cada irmão segue um rumo diferente. Quando Simone é abandonado pela amante, que se envolve com Rocco, tem início a degradação de uma família corrompida pelos valores e costumes de uma sociedade hostil. Restaurado pela Cineteca di Bologna no laboratório L’Immagine Ritrovata, em associação com Titanus, TF1 Droits Audiovisuels e The Film Foundation. Financiado por Gucci e The Film Foundation.

13/12 (domingo), às 14h – "A Terra e a Sombra"
Direção: César Augusto Acevedo (Holanda/Chile/França/Brasil, 2015). Drama. Indicação: 10 anos.

Alfonso é um velho fazendeiro que retorna à casa para cuidar do filho, que está gravemente doente. Ao chegar, redescobre o antigo lar, agora habitado por sua ex-mulher, a nora e o neto. O local parece uma terra abandonada. Grandes campos de cana de açúcar rodeiam o imóvel, criando permanentes nuvens cinzas. Dezessete anos depois de os ter desamparado, Alfonso tenta encontrar o seu lugar ali para, assim, poder salvar sua família. Ganhador do prêmio Caméra D’Or no Festival de Cannes.

13/12 (domingo), às 16h – "Para o Outro Lado"
Direção: Kiyoshi Kurosawa (Japão, 2015). Ficção. Indicação: 18 anos.

Yusuke, marido de Mizuki, afogou-se no mar há três anos. Quando ele repentinamente volta para casa, ela não se surpreende. Em vez disso, Mizuki fica pensando por que ele demorou tanto tempo. Ela, então, aceita ser levada por Yusuke em uma jornada. Vencedor do prêmio de direção da mostra Um Certo Olhar no Festival de Cannes.

15/12 (terça), às 20h – "As Mil e Uma Noites: Volume 2, O Desolado"
Direção: Miguel Gomes (Portugal/França/Alemanha/Suíça, 2015). Ficção. Indicação: 16 anos.

No qual Xerazade narra como a desolação invadiu os homens: “Oh venturoso Rei, fui sabedora de que uma juíza aflita chorará em lugar de ditar a sua sentença, na noite de três luares. Um assassino em fuga vagueará pelas terras interiores durante mais de quarenta dias e tele transportar-se-á para fugir à Guarda, sonhando com putas e perdizes. Lembrando-se de uma oliveira milenar, uma vaca ferida dirá o que tiver a dizer e que é bem triste! Moradores de um prédio do subúrbio salvarão papagaios e mijarão em elevadores, rodeados por mortos e fantasmas; mas também por um cão que…”. E vendo despontar a manhã, Xerazade calou-se.

Compartilhe:

PRÓXIMO POST »
Clássicos do cinema escolhidos pelo público retornam às telonas
« POST ANTERIOR
Clássicos Cinemark exibirá Matrix, Tubarão e a Noviça Rebelde em Ribeirão Preto

Você poderá gostar também!

 

Sesc promove mostra de cinema suíço

12.07.2016 - 17:50

6º Panorama do Cinema Suíço Contemporâneo terá sete longas e uma sessão de curtas

Cinema itinerante movido à energia solar chega a Ribeirão Preto

10.09.2014 - 13:54

Projeto CineSolar estará na periferia da cidade nos dias 20 e 21 de setembro. Iniciativa é pioneira no Brasil e já realizou mais de 80 sessões pelo país

Cauim exibe produções locais e nacionais gratuitamente

18.06.2014 - 16:09

Uma parceria entre a prefeitura de Ribeirão Preto e a Kauzare Studio selecionou documentários, curtas e longas-metragens para serem exibidos gratuitamente no Cauim

 

VOLTAR

 

Comente aqui:

Varal Diverso © 2011–2017. Todos os direitos reservados | Termos de uso | Design: Paulo Gallo