Para o topo

20 exposições para visitar em abril em Ribeirão Preto

20 exposições para visitar em abril em Ribeirão Preto
Por Analídia Ferri e Paulo Gallo, em 03/04/2017, às 13:20 (atualizado em 01/08/2017, às 01:25)

O Varal Diverso selecionou as principais mostras abertas à visitação no mês de abril em Ribeirão Preto. Confira todos os detalhes no guia abaixo. Todas elas têm entrada gratuita.

1. 32ª Bienal – Itinerâncias

Até o dia 14 de maio, Ribeirão Preto recebe o circuito itinerante da 32ª Bienal de São Paulo. Em exposição individual da artista inglesa Heather Phillipson, que ocupa o saguão da FAAP,  estará a obra "True to Size" ("Fiel ao tamanho"), composta por vídeos, áudios e esculturas em escala humana. A instalação apresenta cenas em torno da devastação, clima extremo, sexo virtual, relações entre homens e animais, conflitos de guerra, extinção iminente, sobre vida, dilúvio e consumo.


Foto: Leo Eloy / Estúdio Garagem / Fundação Bienal de São Paulo

Intitulada "Incerteza Viva" (Live Uncertainty), a 32ª Bienal ocorreu entre setembro e dezembro de 2016. A mostra teve como eixo central a noção de incerteza a fim de refletir sobre atuais condições da vida em tempos de mudança contínua e sobre as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incertezas. Sua proposta foi traçar pensamentos cosmológicos, inteligência ambiental e coletiva, assim como ecologias naturais e sistêmicas.

Quando? Até 14 de maio
Onde? FAAP Ribeirão Preto (Av. Independência, 3670 – Jardim Flórida)
Visitação: Segunda a sexta, das 9h às 21h; sábado, das 9h às 17h
Informações: (16) 3913-6300

2. Waltercio Caldas

Até o dia 17 de maio, a Galeria Marcelo Guarneri exibe a exposição individual do artista plástico carioca Waltercio Caldas. A mostra reúne desenhos e objetos produzidos, em sua grande maioria, nos últimos cinco anos, e aproxima o público ao interesse do artista pela construção de significados através do olhar e do encontro com o desconhecido.


Sem Título/Untitled, 2016 / howlita (Foto: Jaime Acioli / Divulgação)

Quando? Até 17 de maio
Onde? Galeria Marcelo Guarnieri (rua Nélio Guimarães, 1.290 – Alto da Boa Vista)
Visitação: Segunda a sexta, das 10h às 18h; sábado, das 10h às 14h
Informações: (16) 3632-4046 / 3623-5857

3. Exposições individuais no Marp

Nos meses de abril e maio, o Marp (Museu de Arte de Ribeirão Preto) recebe exposições individuais simultâneas dos artistas Amanda Mei (São Paulo), Daniel Jablonski (Rio de Janeiro) e Mano Penalva (São Paulo), premiados no 41ª Salão de Artes de Ribeirão Preto (Sarp), realizado em 2016.


Foto: Analídia Ferri / Varal Diverso

Quando? Até 19 de maio
Onde? Marp – Museu de Artes de Ribeirão Preto (rua Barão do Amazonas, 323 – Centro)
Visitação: de terça a sexta-feira, das 9h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h
Informações: (16) 3635-2421 / 3941-0089

4. Beleza Exposta

A Escola Bauhaus realiza a exposição fotográfica "Beleza Exposta", que traz trabalhos feitos pelos alunos da turma "Arte e Luz", com imagens dentro do tema "boudoir". O foco principal de um fotógrafo boudoir é capturar a mulher da forma mais lisonjeira, registrando poses que valorizam o seu tipo de corpo – jamais sendo vulgar. Participam da mostra os alunos Carlos Eduardo Toloi, Carlos Teixeira, Hannah Scatena, Ingrid Ramos, Ricardo Niz e Mariana Antonio.

Quando? 4 a 9 de abril ENCERRADA
Onde? Fnac Ribeirão (Ribeirão Shopping – Av. Cel. Fernando Ferreira Leite, 1.540)
Visitação: Segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 13h às 20h
Informações: (16) 3238-3000

5, 6, 7 e 8. Instituto Figueiredo Ferraz

Uma das galerias de arte mais incríveis do interior de São Paulo abriu, em fevereiro, quatro exposições que merecem destaque em nosso guia. Se você ainda não conhece o IFF, siga essa dica e vá o quanto antes!

O estado da arte


"Relâmpago", de Leandro Lima (Foto: Divulgação)

No acervo do Instituto Figueiredo Ferraz predomina a arte contemporânea. A coleção iniciada na década de 1980 segue em permanente atualização, incorporando obras adquiridas no Brasil e no exterior. Nela há sempre espaço para o novo. Sem previsão de término.

Filmes e Vídeos de Artistas na Coleção Itaú Cultural

A exposição traz obras que exploram e ampliam as maneiras pelas quais vemos e entendemos as imagens em movimento. Parte das iniciativas do Itaú Cultural que visam recuperar, preservar e difundir a memória e a produção artísticas brasileiras, a mostra reúne trabalhos que estão entre o audiovisual e as artes visuais – dos pioneiros até os artistas contemporâneos. A exibição em Ribeirão Preto é fruto de uma parceria entre a instituição paulistana e o Instituto Figueiredo Ferraz.


Foto: Divulgação

São construídos dois eixos: o histórico, que cobre destaques da década de 1970, com obras recuperadas e remasterizadas de artistas como Nelson Leirner, Letícia Parente e Regina Silveira; e o contemporâneo, com Cao Guimarães, Rivane Neuenschwander, Thiago Rocha Pitta e Eder Santos, entre outros. A curadoria é de Roberto Moreira S. Cruz. Até 29 de abril.

Mauro Piva

A mostra apresentada no IFF mostra uma série dessas aquarelas realizadas a partir de estudos de aquarelas, ou seja, reproduções de estudos feitos para uma outra série também aqui exposta: a das “joaninhas”, como Mauro a intitula. As joaninhas aqui retratadas invadiram o pequeno jardim localizado nos fundos de seu ateliê, quando este se mudou para lá e passaram a fazer parte do dia a dia do artista. Até 27 de maio.

Diversidade do nosso tempo

A mostra busca mostrar algo da diversidade e complexidade do universo feminino em nosso tempo sob o ponto de vista de diferentes artistas e crenças. Sem previsão de término.

Onde? Instituto Figueiredo Ferraz (rua Maestro Ignácio Stábile, 200 – Alto da Boa Vista)
Visitação: Terça a sábado, das 14h às 18h
Informações: (16) 3623-2261 / 3623-2262 ou contato@iff.art.br

9. Passiflora S. – Vestes de fragilidade

A série parte da utilização de gavinhas de maracujazeiros para a confecção de uma indumentária e um ensaio fotográfico, ambos executados por Élcio Miazaki. As estruturas citadas, encontradas em determinadas espécies vegetais, são um meio à procura de apoio, evidenciando a insustentabilidade do caule por si só. Centrado no paralelo existente entre as formas de vidas vegetal e humana, o conjunto pode ser lido como uma "botanicamoorfização", com discussões sobre as relações de simbiose.

Realização: Museu Histórico e Comissão de Cultura e Extensão Universitária da FMRP, em parceria com o Marp – Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi.

Quando? Até 23 de junho
Onde? ECEU – Espaço Cultural e de Extensão Universitária da USP (Av. Nove de Julho, 980)
Visitação: Segunda a sexta, das 9h às 16h
Informações: (16) 3602 0695.

10. Estreito: Retratos da ilha

A exposição "Estreito: Retratos da ilha" traz um registro fotográfico peculiar e projeções audiovisuais da comunidade caiçara Enseada da Baleia, localizada na Ilha do Cardoso, litoral sul de São Paulo, ameaçada por um processo erosivo avançado que resultará em uma grande mudança geográfica no local por eles hoje habitado e, consequentemente, na mudança e reconstrução da comunidade em uma nova área.


Foto: Carolina Kotchetkoff/Divulgação

Através das lentes, os fotógrafos Carolina Kotchetkoff e Thiago Carneiro retratam as belezas e o cotidiano da ilha, aproximando a cultura caiçara aos olhares urbanos. A exposição busca sensibilizar o expectador, trazer reflexões sobre a relação do homem com a natureza e revela um local que em breve deixará de existir da forma como é. Todo o valor arrecadado com a venda das fotografias será destinado a construção da nova enseada.

Quando? Até 24 de abril
Onde? Ateliê da Praça (rua Garibaldi, 1.780 – Jardim Sumaré)
Visitação: Segunda a sexta, das 9h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30; aos sábados, é necessário agendar a visita
Informações: (16) 4141-2640

11. Objetos do Cotidiano

Sob o olhar de um arquiteto, qualquer elemento cotidiano pode ser visto como um objeto de arte. Objetos comuns que fogem à percepção tornam-se interessantes quando em composição inusitada como nos trabalhos desta exposição de Ricardo S. Barbosa, arquiteto e urbanista. O uso das cores e as sobreposições dos elementos instigam o olhar do observador a desvendar as formas mais atraentes do dia a dia que inspiraram o artista.

As obras da exposição "Objetos do Cotidiano" são o resultado de vários estudos e técnicas de manipulação de imagens digitais de objetos do dia a dia do artista, como óculos, pincéis, tintas, relógios e etc. Todas passaram por um minucioso processo de composição de cores e elementos em escalas distintas e deram origem a esta série de trabalhos que une arte e tecnologia.

Quando? Até 28 de abril
Onde? Senac Ribeirão Preto (Av. Capitão Salomão, 2.133 – Jd. Mosteiro)
Visitação: segunda a sexta, das 10h30 às 21h; e aos sábados, das 10h30 às 16h
Telefone: (16) 2111-1200

12. Universo ao redor

O Espaço A Coisa inaugura a sua Sala de Exposições no dia 12 de abril, com a exposição "Universo ao redor", dos fotógrafos Nice Marinho, Ricardo Benichio, Rodrigo Melo e Paulo Henrique. A mostra reúne o olhar dos quatro fotógrafos sobre o seu redor, cada um com sua sensibilidade, técnica e estilo.

Quando? 12 de abril a 12 de maio
Onde? Espaço A Coisa (rua João Penteado, 167 – Jardim Sumaré)
Visitação: Quarta a sábado, a partir das 18h30
Informações: (16) 4141-2640

13. Fotografias Estúdio

A mostra reúne imagens desenvolvidas pelos alunos da Oficina de Fotografia Estúdio, coordenada por Carlos de Araújo Arantes, durante as aulas de 2016.

Quando? Até 13 de abril
Onde? USP Ribeirão Preto – Seção de Atividades Culturais (rua Pedreira de Freitas, casa 4)
Visitação: Segunda a sexta, das 9h às 17h
Informações: (16) 3315-3530

14. "Minha viagem à Itália"

Planejar, pesquisar, arrumar a mala e embarcar numa viagem à Itália. Essa é a proposta da exposição “Minha viagem à Itália” que conta com desenhos de monumentos, edifícios históricos e paisagens italianas criados pelo artista plástico ribeirão-pretano Ubirajara Júnior. São cerca de 30 desenhos, produzidos entre 1999 a 2006. O artista relembra sua visita à Itália e com aos materiais estarão documentos e objetos do acervo da Casa da Memória Italiana com o objetivo de instigar novas recordações nos participantes, uma vez que para o artista: “uma viagem lembrada é outra viagem viajada”.


Foto: Yolanda Cipriano / Divulgação

Quando? Até 29 de abril
Onde? Casa da Memória Italiana (rua Tibiriçá, 776 – Centro)
Visitação: Terças e quintas, às 15h; sábados, às 10h
Informações: (16) 3625-0692 ou casadamemoriaitaliana@gmail.com

15. Olhar do Professor

A Escola Bauhaus realiza a exposição fotográfica com trabalhos feitos pelos professores Alex Roda, Ary Sousa Gilho, Claudio Frastechi e Eduardo Penalva. Cada professor traz para a exposição trabalhos conceituais que objetivam aproximar o espectador de aspectos cotidianos da vida, interpretados de forma artística. 


Foto: Alex Roda / Divulgação

Quando? Até 13 de abril
Onde? Shopping Santa Úrsula, 2º andar – Piso Higienópolis (rua São José, 933 – Centro)
Visitação: Todos os dias, das 10h às 22h
Informações: (16) 2102-7400

16. Saulo Gomes: o repórter

Com mais de 15 painéis e objetos que retratam a trajetória do jornalista, a exposição tem a curadoria de Adriana Silva. Aos 88 anos, Saulo Gomes é o mais experiente repórter ativo no chamado “jornalismo de campo e investigativo”. Iniciou sua atividade jornalística em janeiro de 1956, quando foi o primeiro colocado em um concurso no qual disputavam cerca de 200 jovens para uma vaga de repórter da Rádio Continental.

Em mais de 60 anos de trabalho, no rádio e na TV, Saulo publicou diversos livros e DVDs sobre suas principais reportagens, acumulando dezenas de prêmios por seu trabalho investigativo. Seu nome consta entre os heróis e pioneiros da história da TV no país, ao lado de Flávio Cavalcante, Murilo Antunes Alves, entre outros ícones. Ele atuou em veículos como Rede Globo, TV Tupi, Rede Record e fez reportagens especiais para diversos programas do SBT e TV Band.

Saulo Gomes sempre conduziu reportagens e documentários que alavancaram grandes índices de audiência televisiva, como o Programa Pinga-Fogo (TV Tupi) com Chico Xavier, que depois de mais de 40 anos ainda faz sucesso.

Quando? Desde 16 de março, sem previsão de encerramento
Onde? RibeirãoShopping, setor Terra Vermelha (av. Cel. Fernando Ferreira Leite, 1.540 – Jd. Califórnia)
Visitação: Segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo e feriados, das 12h às 20h
Informações: (16) 3902-1000

17. Retrô Ride

A mostra "Retrô Ride" passeia pelas décadas trazendo as bicicletas que fizeram história no país. Ao todo, são 14 magrelas expostas. Além dos modelos antigos, a exposição traça uma linha do tempo da produção nacional e revela a relação do brasileiro, desde a década de 1950 até os dias atuais, com o ciclismo esportivo, o lazer e até para o uso ao trabalho.


Fotos: Locabike / Divulgação

Quando? Desde 6 de fevereiro, sem previsão de encerramento
Onde? Shopping Santa Úrsula, ao lado da Livraria Saraiva – Piso 2 (rua São José, 933 – Centro)
Visitação: Todos os dias, das 10h às 22h
Informações: (16) 2102-7400

18. "Entre Elas"

Na semana das mulheres, o Sindicato Bar & Co. abriu a exposição fotográfica "Entre Elas", produzida pelas alunas de audiovisual Camila Serato, Ariana Santana e Maria Beatriz Rais. A mostra retrata a vida de mulheres moradoras de ruas e, através das fotografias, as alunas procuraram passar a força e coragem que cada uma carrega consigo. Cada uma com uma história diferente, cada uma com seu motivo de sobreviver na rua todos os dias.

Quando? Desde 10 de março, sem previsão de encerramento
Onde? Sindicato Bar & Co. (av. Independência, 617 – Vila Seixas)
Visitação: Terça a domingo, a partir das 18h

19. Minicriaturas

Um total de 25 peças do artista Ary de Lázari podem ser apreciadas a partir do dia 13 de abril, no setor Imigrantes do RibeirãoShopping. A exposição “Minicriaturas” traz esculturas feitas em pedra sabão, giz e lápis, e mostram um viés social, uma preocupação em mostrar algo a mais, como a leveza da bailarina e a expressão de felicidade no rosto do estudante. Um dos destaques é a escultura em giz do Carlitos, com 42 milímetros, produzida especialmente para o festival de cinema em Ribeirão Preto. Mas também há esculturas com 6 milímetros, como a bailarina, que representa a harmonia de movimentos, beleza e equilíbrio. Outra atração é a peça com um casal de namorados, com 15 milímetros, esculpida em 1962. Natural de Ribeirão Preto, Ary de Lázari cresceu acompanhando o desenvolvimento urbano da cidade. O artista possui uma vasta coleção de pinturas em óleo e aquarelas e esculturas em pedra sabão, giz e lápis.

Quando? Até 13 de abril
Onde? RibeirãoShopping, setor Terra Imigrantes (av. Cel. Fernando Ferreira Leite, 1.540 – Jd. Califórnia)
Visitação: Segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo e feriados, das 12h às 20h
Informações: (16) 3902-1000

20. Marcos Moreira

Até o dia 6 de maio, o Fórum de Ribeirão Preto recebe a exposição individual do premiado artista Marcos Moreira. A mostra integra o projeto “Arte e Cultura do TJSP”, que leva evento culturais para diversas cidades do interior do estado de São Paulo.

Quando? Até 6 de maio
Onde? Fórum de Ribeirão Preto (rua Alice Alem Saad, 1010, 1º andar – Nova Ribeirânia)
Visitação: Todos os dias, das 12h30 às 19h
Informações: (16) 3629-0004

Compartilhe:

PRÓXIMO POST »
Exposição sobre o universo das cervejas chega nesta semana à Ribeirão Preto
« POST ANTERIOR
22 exposições para ver em março em Ribeirão Preto

Você poderá gostar também!

 

Exposição conta a história da teledramaturgia brasileira

13.04.2015 - 19:44

Mostra sobre vida da atriz Regina Duarte traz figurinos, cenários e fotos da artista que completou 50 anos de carreira

22 exposições para ver em março em Ribeirão Preto

04.03.2017 - 21:30

Confira a nossa lista de mostras abertas à visitação na cidade neste mês

17 exposições para visitar em maio em Ribeirão Preto

04.05.2015 - 16:07

Uma seleção de mostras abertas para visitação em Ribeirão Preto, durante o mês de maio. Todas elas são gratuitas e você confere todos os detalhes em nosso guia!

 

VOLTAR

 

Comente aqui:

Varal Diverso © 2011–2017. Todos os direitos reservados | Termos de uso | Design: Paulo Gallo