acompanhe:
Perfil no facebook
Perfil no twitter
Varal no Instagram
Varal no Youtube
Entre em contato com a gente
Nosso feed RSS
Para o topo

página inicial » cultura »

Projeto quer revitalizar baixada da cidade com atividades culturais

publicado em: 07/04/2015 - 00:11
atualizado em: 27/12/2015 - 08:20

Projeto quer revitalizar baixada da cidade com atividades culturais

Por Francine Micheli
Fotos: Danilo Marques / Divulgação

Há décadas, a parte baixa do Centro de Ribeirão Preto vem sofrendo com o descaso dos órgãos públicos, o abandono e a falta de perspectiva. No entanto, algumas iniciativas vêm retomando a auto-estima da área que já foi uma das mais disputadas da cidade por comerciantes. 

Uma das ações mais recentes é o projeto Baixada Cultural, idealizado pela AAMCO-UGT (Associação Amigos do Memorial da Classe Operária). A proposta é levar música, dança, artes plásticas, cursos e oficinas artísticas para a "baixada", região formada principalmente pela rua José Bonifácio e pela avenida Jerônimo Gonçalves, e também por prédios históricos como o Hotel Brasil, o Mercadão Municipal e os Estúdios Kaiser de Cinema, além da própria UGT. Para colocar o plano em prática, o grupo recebeu R$ 150 mil através da contemplação do edital do ProAC (Programa de Ação Cultural).

Segundo Elieser Pereira (Leser MC), um dos idealizadores do projeto, a UGT já vem a algum tempo se engajando para transformar a imagem da Baixada, que vem sofrendo com a marginalização. “O edital do ProAC de 2015, 'Território das Artes', veio de encontro às nossas realizações, que tinha como objetivo valorizar espaços culturais e suas regiões. Não houve dificuldade na elaboração do projeto, pois ele contemplava várias formas e realizações que já vínhamos executando”, diz.


Área externa da UGT, durante lançamento do projeto Baixada Cultural, em março

Programação

Inicialmente, o projeto realizará atividades entre os meses de abril e novembro de 2015. "O nosso intuito é que a Baixada não seja apenas um local de passagem, mas que seja um local percebido e aceito", diz Leser.

E quem abre a programação musical é a banda ribeirão-pretana Dresden, que mostrará seu rock instrumental em um ensaio aberto nesta quinta-feira, às 22h. Outros artistas como Fernanda Marx, Carlos Tampa e Lelê Fegom também estão na agenda de ensaios abertos, que acontecem na UGT (rua José Bonifácio, 59), todos gratuitos. Confira:

  • 9 de abril: Dresden
  • 7 de maio: Sínho Adonay & Reggae do Gueto
  • 11 de junho: Carlos Tampa
  • 6 de agosto: Lelê Fegom
  • 10 de setembro: Fernanda Marx
  • 12 de novembro: Leser MC

E duas das atividades mais aguardadas são os Sambas no Mercadão e as Manhãs de Sábado, que levarão apresentações culturais à entrada do Mercadão Municipal (rua São Sebastião, 130), sempre às 10h, com a ideia de aproximar o público de autores e artistas locais. Veja a programação:

Sambas no Mercadão

  • 6 de junho: Chega Pra Sambar
  • 4 de junho: Samba do Alecrim
  • 8 de agosto: Cadência Fruto e Raiz
  • 5 de setembro: Batmacumba Samba Reggae
  • 3 de outubro: Samba da Casa

Manhãs de Sábado

  • 20 de junho: Maracatu Chapéu de Sol
  • 18 de julho: Gran Circo Internazionale (Grupo Zibaldoni)
  • 22 de agosto: Grupo Terra Preta Capoeira
  • 19 de setembro: Dom Chicote Mula Manda e seu fiel escudeiro Zé Chupança (Cia. A DitaCuja)
  • 17 de outubro: Maracatu Navegante

Mercadão Municipal também foi palco nas primeiras edições do Se Vira Ribeirão (Foto: Paulo Gallo / Varal Diverso)

Curso de Fotografia

O curso tem como objetivo ensinar a técnica básica a partir de exercícios criativos e saídas fotográficas. Os alunos poderão usar qualquer câmera fotográfica, inclusive o celular. Com orientação do fotógrafo Jonas Golfeto, do coletivo Dois de Boa, também será realizada uma exposição com as fotos produzidas, que terá como tema a “baixada” de Ribeirão Preto.

Turma I: 4 de maio a 8 de junho, sempre às segundas-feiras, das 19h às 22h
Turma II: 17 de agosto a 28 de setembro, sempre às segundas-feiras, das 19h às 22h
Taxa de inscrição: R$ 15, pela internet
Onde? Memorial da Classe Operária – UGT (rua José Bonifácio, 59 – Centro)

Curso de Audiovisual

O objetivo é aproximar os participantes das principais técnicas de filmagem e roteirização, sem se distanciar de elementos amadores. O curso é destinado a iniciantes e ao final, a turma produzirá um documentário sobre a Baixada sob orientação do professor Victor Yuri.

Turma I: 7 de abril a 26 de maio (vagas esgotadas!)
Turma II: 4 de agosto a 22 de setembro, sempre às terças-feiras, das 19h30 às 21h30
Taxa de inscrição: R$ 20 (novas vagas a partir de 1º de julho)
Onde? Memorial da Classe Operária – UGT (rua José Bonifácio, 59 – Centro)

Oficinas culturais

Além dos cursos de audiovisual e fotografia, o projeto vai oferecer diversas oficinas culturais, que têm como objetivo disseminar saberes e fazeres artísticos. As atividades são gratuitas e serão realizadas na UGT, sempre aos sábados e domingos.

Oficina de Maracatu, com Chapéu de Sol
O grupo se propõe a apresentar durante a oficina as tradições, histórias, elementos (dança, ritmo, canto e figuras da corte) e os fundamentos da cultura, introduzindo assim os participantes no universo do Maracatu.

25 e 26 de abril, das 14h às 17h
Vagas: 40 (atividade gratuita)


Oficina de Malabares, com Marcelo Mamute
A oficina tem como público-alvo pessoas que já tenham tido contato com malabares ou não. Todos são bem vindos nesse momento de descontração, pesquisa, troca, jogos de palhaço e compartilhamento de movimentos e experiências artísticas.

Turma 1: 16 de maio, das 11h às 13h
Turma 2: 16 de maio, das 15h às 17h
Turma 3: 17 de maio, das 15h às 17h
Vagas: 20 por turma (atividade gratuita)


Oficina de Capoeira Regional, com Grupo Terra Preta
Oficina prática abordando o valor cultural da capoeira regional e de seu grande criador, Mestre Bimba.

25 e 26 de julho, das 16h às 19h
Vagas: 30 (atividade gratuita)


Oficina de Permacultura, com Estação Luz
A oficina visa apresentar noções básicas de permacultura e desenvolver um pequeno projeto para o espaço, apoiado sobre os cinco pilares: água, energia, habitação, alimentação e reciclagem de resíduos.

15 e 16 de agosto, das 10h às 16h
Vagas: 20 (atividade gratuita)


Oficina de Break, com Funk Fockers Crew
A oficina propõe uma vivência permeada pela dança do hip-hop, trazendo conhecimentos adquiridos em turnês realizadas na Europa e América do Norte, voltada a iniciantes e experientes.

26 e 27 de setembro, das 16h às 19h
Vagas: 20 (atividade gratuita)


Oficina de Dança Afro, com Centro Cultural Orùnmilá
A oficina será permeada por vários ritos e práticas do cotidiano, como: expressões de angústias, sofrimento, recordações, ânsia, liberdade, entre outros. Embalados por um ritmo contagiante, é grande a oportunidade de aliviar tensões através desta dança.

7 e 8 de novembro, das 16h às 19h
Vagas: Ilimitadas (atividade gratuita)

PRÓXIMO POST »
Casa da Memória Italiana receberá visitas guiadas em maio
« POST ANTERIOR
Espaço A Coisa prepara fim de semana com programação alternativa

Você poderá gostar também!

 

Única miniferrovia do Brasil quer mais público em Ribeirão

12.05.2014 - 00:36

Na Lagoinha, trens em pequena escala vão e vem em uma estrutura igualzinha à uma ferrovia de verdade. Tudo é construído e mantido por um ex-metalúrgico há 12 anos

Linha do tempo relembra cultura em Ribeirão Preto

19.06.2014 - 15:33

Em comemoração aos 158 anos de Ribeirão Preto, preparamos uma linha do tempo que conta a história de vários prédios históricos que construíram o cenário cultural da cidade

Teatro de Arena reabre: conheça as curiosidades

03.05.2014 - 22:01

Depois de 1 ano e 8 meses fechado para reforma, o Teatro de Arena “Jayme Zeiger” voltou a ativa e reabriu para o público em fevereiro. Veja as principais mudanças do local.

 

 

Comente aqui:

 

 

 

Varal Diverso © 2011–2017 - Todos os direitos reservados. » Termos de uso